NOTA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down elaborou a Nota abaixo para elencar os destaques necessários a impedir a aprovação... Leia mais
REFORMA TRABALHISTA E LEI DE COTAS
Atenção! Reforma trabalhista deve ser votada essa semana na Câmara dos Deputados. O relator garantiu a retirada da parte que poderia ameaçar o programa de cotas, mas... Leia mais
MANIFESTO DO CONADE CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA
na foto, da esquerda para direita, Izabel Maior, Deputado Cabo Sabino, Glauciane Santana, Jacinto Araújo, Fernanda Cavalcanti e Deputada Mara Gabrilli A diretora da Federação... Leia mais
NOTA DE REPÚDIO ÀS OFENSAS CONTRA PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN
Brasília, 04/04/2017 - NOTA DE REPÚDIO A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down - FBASD vem a público repudiar... Leia mais
MANIFESTO PÚBLICO CONTRA AS ALTERAÇÕES PROPOSTAS NA PEC 287/2016 EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
  A reforma da previdência social, nos pontos em que afeta as pessoas com deficiência, trabalhadoras ou não, e às pessoas idosas de baixa renda, atenta contra os... Leia mais
prev
next

A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down elaborou a Nota abaixo para elencar os destaques necessários a impedir a aprovação do SUBSTITUTIVO À PEC 287/16 tal como está, o que gerará prejuízos inestimáveis a milhões de brasileiros e brasileiras com deficiência e suas famílias.

Ajude a divulgar. Apoie!

Leia mais...

Atenção! Reforma trabalhista deve ser votada essa semana na Câmara dos Deputados. O relator garantiu a retirada da parte que poderia ameaçar o programa de cotas, mas precisamos continuar alertas pois podem ser apresentadas emendas no Plenário que modifiquem esse quadro! Confira o documento elaborado por Auditores Fiscais, coordenadores e integrantes do Projeto de Inserção das Pessoas com Deficiência e Reabilitadas Estaduais e Nacional do risco da perda de direitos.

Na introdução do Relatório sobre o projeto de reforma trabalhista (PL 6787/16), o Deputado Rogério Marinho afirma que “na busca de um resultado o mais amplo e democrático possível, decidimos ouvir todas as partes envolvidas”. No entanto, quando relaciona os eventos e seus participantes não se encontra qualquer menção a representação do segmento das pessoas com deficiência. Desconsidera o principal e fundamental lema das pessoas com deficiência “nada sobre nós sem nós”.

Leia mais...

na foto, da esquerda para direita, Izabel Maior, Deputado Cabo Sabino, Glauciane Santana, Jacinto Araújo, Fernanda Cavalcanti e Deputada Mara Gabrilli

A diretora da Federação Down e representante no Conade, Glauciane Santana, esteve ontem (18/04) na Câmara dos Deputados junto com outros conselheiros para entregar um Manifesto Contra a Reforma da Previdência e conversar com parlamentares pela manutenção dos direitos das pessoas com deficiência. A Federação Down continua incessante na luta por esses direitos já conquistados! A leitura do relatório será feita hoje (19/04). Acompanhe!

Confira abaixo o Manifesto do CONADE sobre a Reforma da Previdência e Moção de Repudio sobre a Reforma Trabalhista.

Leia mais...

Brasília, 04/04/2017 - NOTA DE REPÚDIO

A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down - FBASD vem a público repudiar veemente o vídeo em que o delegado da Polícia Civil, Fábio Pivane, do Acre, refere-se às pessoas com síndrome de Down e suas famílias com termos e expressões depreciativas e discriminatórias. 

Leia mais...

 

A reforma da previdência social, nos pontos em que afeta as pessoas com deficiência, trabalhadoras ou não, e às pessoas idosas de baixa renda, atenta contra os direitos dessas pessoas, duramente conquistados, importando em retrocesso social inaceitável e incompatível com sua maior vulnerabilidade.

Leia mais...

Comparar o ontem com o hoje na luta pelos direitos das pessoas com síndrome de Down e outras deficiências intelectuais, faz nos sentir recompensados pelo muito que se conseguiu nessa árdua caminhada pelo reconhecimento dos seus direitos. Há menos de 30 anos as pessoas com síndrome de Down eram chamadas de mongoloides ou retardadas mentais e eram segregadas e tratadas como se não fossem capazes de se alfabetizar, dependendo sempre de familiares ou da caridade pública.

Leia mais...

Subcategorias

Notícias sobre saúde

Notícias sobre educação

Notícias sobre direitos

Notícias sobre trabalho

Notícias sobre eventos

Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Blue Gray
Background Color
Text Color
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Scroll to top