Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

 

 FEDERAÇÃO DOWN PARTICIPA DA 10ª CONFERÊNCIA DOS ESTADOS PARTES DA CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE OS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

 

A Federação Down participou da Delegação Oficial do Brasil na 10ª CONFERÊNCIA DOS ESTADOS PARTES DA CONVENÇÃO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA – CDPD (COSP 10), entre os dias 13 e 15 de junho de 2017, na ONU, em Nova Iorque. A COSP 10 teve como tema “A segunda década da CDPD: Inclusão e participação plena das pessoas com deficiência e suas organizações representativas na implementação da Convenção”.

 

(Foto do salão principal da Conferência na Onu)

 

 

 

 

   "Consideramos de grande relevância a nossa participação em razão das amplas possibilidades de troca de impressões e experiências entre entidades, representantes governamentais e movimentos sociais diversos. Saber como outros países estão lidando com as dificuldades surgidas na implementação da Convenção  da ONU é muito importante para que avancemos nesse propósito" afirma Ana Cláudia M. de Figueiredo,  que representou a Federação no evento.

   Durante a Conferência foi debatido, entre outros, “O empoderamento das mulheres e meninas com deficiência para o desenvolvimento de uma sociedade inclusiva”. O Painel, organizado pelo Brasil, UN Women e ECLAC, abordou, a partir do compartilhamento de experiências de mulheres que superaram preconceito e discriminação, a necessidade de adoção de ações nacionais, regionais e globais a fim garantir a participação de mulheres e meninas com deficiência na implementação da CDPD e a plena efetivação dos seus direitos humanos.


   Também foi abordada a questão de como o não reconhecimento da capacidade jurídica priva as pessoas com deficiência do gozo de outros vários direitos humanos a exemplo do direito ao voto, do direito de constituir família, do direito à saúde, a uma vida privada, ao acesso à justiça entre outros. No painel intitulado “Eu decido, portanto eu sou. O novo paradigma dos direitos humanos para as pessoas com deficiência" destacou-se a importância do reconhecimento do sistema de tomada de decisão apoiada para a implementação do Artigo 12 da CDPD. 

 

(Foto da Delegação brasileira na abertura da 10ª Conferência dos Estados Partes da Convenção das Nações Unidas)

 

   Igualmente de grande relevância foi o evento, organizado pelo Brasil, que teve como moderador o Secretário Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Sr. Marco Pellegrini, e como palestrantes a Dra. Izabel Mayor, a Diretora de Políticas de Educação Especial do MEC, a Sra. Patrícia Raposo, e a Deputada Mara Gabrilli. Foram exaltados o desenvolvimento e a consolidação da educação inclusiva, evidenciados pela matrícula de 90% das crianças com deficiência em escolas comuns no Brasil. Foram apontados como fatores determinantes dos avanços alcançados, entre outros, os preceitos da Lei Brasileira de Inclusão e a ampla participação das organizações da sociedade civil. Durante a fala da Dra. Izabel Mayor, foi apresentada a exposição de fotos feita por Jéssica M. de Figueiredo, 25 anos, que contribuiu diretamente para a discussão do tema, por demonstrar, a partir do trabalho desenvolvido pela fotógrafa, que tem síndrome de Down, a importância da inclusão escolar. A exposição pode ser conferida neste LINK.


   Além disso, o Brasil celebrou, nessa 10ª Conferência, Acordo de Cooperação Internacional com o Chile, Colômbia e México, nos moldes do artigo 32 da CDPD, com vistas à construção, em parceria com esses países, de mais políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência e também ao aprimoramento daquelas já existentes. 

Foi elaborado, também, documento em que manifestado o inconformismo de alguns/algumas delegados/as, entre os quais a Federação Down, em relação à não plena acessibilidade arquitetônica e comunicacional disponibilizada na Conferência da ONU e solicitada a garantia de acessibilidade a todas as pessoas.

 

(Foto Ana Cláudia Figueiredo, vice-presidente da Federação Down, assinando o documento que requer a plena acessibilidade na ONU.) 

 

________________________________________________________________

 

[ NOTÍCIAS ] 

 PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN OU OUTRA DEFICIÊNCIA PODEM TER DIREITO A DESCONTO DE 80% A 100% NA PASSAGEM AREA DO ACOMPANHANTE. Esse direito está previsto na Resolução ANAC nº 09/2007, que aprova a NOAC (Norma Operacional de Aviação Civil) que dispõe sobre o acesso ao transporte aéreo de passageiros que necessitem de assistência especial. Veja as etapas de como conseguir o desconto na publicação de nossa associada Instituto Amor 21: https://m.facebook.com/institutoamor21/photos/a.1066021356746907.1073741834.1060726730609703/1717558574926512/?type=3


 

 

 

 SÃO PAULO TEM CAFETERIA COMANDADA POR PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN. A cafeteria da rua Augusta, na altura dos Jardins (zona oeste de São Paulo), será comandada quase exclusivamente por pessoas com síndrome de Down, iniciativa inédita no país e semelhante a uma de Dublin, na Irlanda. À frente da iniciativa estarão Rodrigo Botoni, 39 (que teve uma participação no filme “Colegas”), Luiza Camargo, 19, Danielle Carnevale, 22, e Maria Carolina, 23, que foram treinados pelo Instituto Chefs Especiais, que capacita e forma o público com deficiência intelectual e que irá supervisionar os trabalhos no café

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/06/1891197-em-iniciativa-inedita-sp-tera-cafeteria-comandada-so-por-pessoas-com-down.shtml

  

 LEI GARANTE A MEIA ENTRADA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA.

A pessoa com deficiência tem direito a meia-entrada, desde que preencha determinadas condições. Para garantir esse direito, ela deverá apresentar, no momento da compra do ingresso e também no local de realização do evento, um documento de identificação com foto e cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social ou um documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS – que ateste a aposentadoria da pessoa com deficiência segurada do Regime Geral de Previdência Social – RGPS.

Veja a Lei n° 12.933, de 2013: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12933.htm

 

COMITÊS DA FEDERAÇÃO DOWN.

Os Comitês são formados por pessoas com conhecimento em áreas específicas que contribui para nossas discussões, criação de materiais e enriquecer ainda mais nosso conhecimento nos assuntos relacionados a síndrome de Down.

Atualmente temos os comitês Técnico Científico, Jurídico e de Educação. Você pode conferir quem são os membros de cada um em: http://www.federacaodown.org.br/portal/index.php/home/sobre-nos/composicao-da-diretoria

 

 

 

 

 ASSEMBLEIA FIADOWN. No último dia 21 de Junho houve a assembleia da Asociación Federação Ibero-americana de Síndrome de Down (FIADOWN)  a qual somos filiadas e representada pela diretora Lisley Sophia. A Fiadown é uma entidade criada para  fortalecer os laços de cooperação entre as diversas Federações e associações de vários países latino-americanos, a fim de apoiar a sua gestão, promover, desenvolver e fortalecer a cultura dos direitos humanos, estabelecer e manter relações de colaboração entre as instituições nacionais e as organizações internacionais, intergovernamentais e não governamentais que procuram respeito, defesa e promoção dos direitos humanos que são inerentes a pessoas com síndrome de Down e outras deficiências intelectuais e suas famílias. Saiba mais sobre a Fiadown

 

 CARLO LEPRI LANÇA NA ITÁLIA O LIVRO ‘LA PERSONA AL CENTRO: AUTODETERMINAZIONE, AUTONOMIA, ADULTITÀ PER LE PERSONE CON DISABILITÀ INTELLETTIVA’ (A pessoa no centro. Autodeterminação, autonomia e idade adulta para as pessoas com deficiência). O livro contém uma série de ações promovidas em questões de autodeterminação, autonomia e idade adulta para as pessoas com deficiência intelectual. Uma ferramenta para entender melhor as mudanças que estão ocorrendo e para destacar como o acesso à idade adulta por pessoas com deficiência intelectual é cada vez mais uma realidade. A Fundação Síndrome de Down estuda a viabilização de uma edição brasileira para até 2018.

 

 

 

___________________________________________________________________

 

[ AGENDA]  

 

VIII CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE SÍNDROME DE DOWN

DE 26 A 28 DE OUTUBRO DE 2017 | MACEIÓ - ALAGOAS
CENTRO CULTURAL E DE EXPOSIÇÃO RUTH CARDOSO - RUA CELSO PIATTI S/N, JARAGUÁ

Programe-se para participar de um evento que contempla grande diversidade de temas para debates, reunindo os múltiplos aspectos que instrumentalizam as pessoas com Síndrome de Down, seus familiares e profissionais a exercitarem a prática inclusiva como forma de conquistar a desejada cidadania para esse grupo de indivíduos, em respeito aos princípios constitucionais da igualdade, solidariedade, dignidade e cidadania, visando à busca de um presente e de um futuro melhor.

JÁ SÃO MAIS DE 20 PALESTRANTES CONFIRMADOS!

Programação e todas as informações sobre o VII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down, confira aqui: 

https://doity.com.br/viii-congresso-brasileiro-de-sindrome-de-down/

 

 

____________________________________________________________

 

Síndrome de Down: A diferença que nos une.

 

PARTICIPE  envie sugestões e fotos Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.">

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK  Federação Down

 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Entre em contato: www.federacaodown.org.br | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.| Telefone 19. 3395-9260

 

 

Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Blue Gray
Background Color
Text Color
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Scroll to top